Sem querer me intrometer | Mariana Baptista

Resenha: A Culpa e das Estrelas | John Green



Título: A Culpa é das Estrelas
Original: The Fault in our Stars
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Avaliação: ★★




A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

     Antes de começar a resenha, não posso deixar de comentar com vocês que quando A Culpa é das Estrelas foi lançado, eu fui uma das únicas pessoas que não se interessou de cara pelo livro. Não queria ler porque não queria ficar triste. Simples assim.
     Quando recebi o livro de presente de aniversário no ano passado, resolvi adiar ainda mais a leitura (realmente achava que não estava pronta para ler), mas há pouco tempo, cedi e comecei o livro. Não me arrependo. Acho que muitas pessoas pintam A Culpa é das Estrelas de uma forma errada. A estória é triste, sim, mas para mim, o livro trouxe muito mais sentimentos positivos do que tristezas e dó. Mas vamos falar um pouco mais sobre a estória.

     Hazel Grace tem 16 anos e foi diagnosticada com câncer terminal de tireoide. A grande diferença entre Hazel e outros pacientes terminais é a forma com que ela encara a doença. A garota nutre um olhar crítico, irônico e até mesmo divertido sobre as pessoas com câncer e as reações que elas provocam na sociedade.

     Hazel frequenta, sem muita empolgação, um grupo de ajuda psicológica à pacientes terminais, onde a principal função de Patrick, coordenador do grupo, é fazer com que todos falem sobre seus sentimentos diante da situação em que se encontram (coisa que Hazel não é muito boa em fazer).
     No grupo, localizado no coração literal de Jesus, Hazel conhece pessoas fantásticas que sofrem com os mesmos dramas que ela, por exemplo, Isaac, que tem câncer nos olhos, o que o obriga a fazer uma cirurgia de retirada de órgãos (e ele é um dos meus personagens favoritos!). 

“(...) só estou dizendo que preferiria ser surdo a ser cego se pudesse escolher, mas sei que não posso.” E ele: “Bem, a notícia boa é que você não vai ficar surdo.” Eu disse: “Obrigado por esclarecer que meu câncer no olho não vai me deixar surdo. É muita sorte minha ter um gênio como você me operando.” Capítulo 1, pág. 21

     É nesse grupo de apoio, por meio de Isaac, que Hazel conhece Augustus Waters, que também teve câncer, porém encontra-se “limpo” há algum tempo (ou seja, teoricamente fora de risco).

     Com Gus, Hazel descobre algo que nunca tinha sentido por outro rapaz: amor verdadeiro. Eles começam a sair juntos, compartilham gostos em comum (inclusive, Augustus vira fã do livro favorito de Hazel, levando-a, inclusive, para conhecer o autor da obra na Holanda) e começam a namorar.

- Talvez o.k. venha a ser o nosso sempre.
- O.k. – falei. Capítulo 5, pág. 72

     Augustus, que já teve uma namorada que morreu de câncer, leva Hazel a pensar que se ela morrer (o que, provavelmente, acontecerá em breve) irá machucar as pessoas que a amam, como o namorado e sua família. Hazel passa então a se sentir como uma bomba-relógio prestes a explodir e destruir tudo e todos ao seu redor.
     Mas a relação de Gus e Hazel é forte demais para que a garota tente afastá-lo, e cresce cada vez mais, gerando, na estória, momentos extremamente emocionantes.

     Acho que ninguém espera um final feliz nesse livro, não é mesmo? Porém, as coisas não são tão tristes como muitos dizem. O fato de Hazel e Gus encararem a morte de uma forma diferente da maioria das pessoas faz com que o final do livro, apesar de triste, seja lindo e com uma mensagem inspiradora.

     Não tenham medo de ler A Culpa é das Estrelas (como eu tive!). Garanto que as risadas proporcionadas pela narração em primeira pessoa extremamente divertida de Hazel, e as emoções positivas diante do amor dos personagens principais, superarão facilmente as lágrimas derramadas durante a leitura. 

27 comentários:

  1. Parece ser muito bom, todo mundo fala super bem dele, acho que vou comprar (: amei a resenha!

    Unicornparadise.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Sabe Mari.. Eu terminei de ler este livro há alguns dias e estou LOUCA para postar a resenha, mas.. Quem disse que eu consigo? Pois é. Não consigo encontrar palavras, colocar meus pensamentos em ordem. Ele é simplesmente brilhante!

    Adorei a sua :)
    O livro é maravilhoso <3

    Beijos, Lu ♥
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. poxa, acredita que nunca tinha me interessado justameente pela capa do livro...
    e lendo agora sua resenha, percebi que muita gt comenta e se emociona... enfim, quando tiver uma chance, vou ler...

    bjs
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Já comigo foi ao contrário quando fiquei sabendo que existia esse livro, fui correndo comprar pra ler rápido, mas aconteceu uma coisa inusitada, quando acabei de ler o livro fiquei tipo com uma 'depressão', passei a noite em claro pensando nos personagens mesmo sendo fictício e chorei muito, sério kkkk
    Fiz a resenha no meu blog só depois de tempos, pois nunca achava palavras adequadas pra descrever meus pensamentos sobre o livro, e não acho até hoje. Foi o melhor livro que já li, to esperando ansiosamente pelo filme, espero que não seja clichê, e que seja merecedor!

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar, e parece ser lindo! o último livro que li com esse tema fiquei tipo "depressiva" também, e por uns 2 dias kkkk filmes e livros tristes me emocionam de mais!

    Beijos
    Poderia visitar? http://s-sonhosiluminados.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu achei que fosse a única pessoa que não leu porque tem medo de ficar triste. Sério! Que bom saber que você também se sentia da mesma forma. Eu não gosto de filmes tristes e nem de livros tristes, tanto que não tenho nenhum livro desse gênero na minha estante e passo longe dos filmes mais dramáticos. Curiosidade eu tenho e muita, mas coragem é o que me falta.

    Um beijo, Karine Braschi.
    Geek de Batom. (@geekdebatom)

    ResponderExcluir
  7. aaiin não achei ainda aqui na minha cidade, minha amiga leu disse que é ótimo ;3

    Ops, 16 | Fan Page do blog!

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda não tive a oportunidade de ter esse livro nas minhas mãos. Comecei a lê-lo pelo e-book e simplesmente não consegui continuá-lo, porque tenho uma certa dificuldade de ler e-books. :/ Mas desde então, mantive em mim a vontade de tê-lo para mim, e ainda terei. :) Amei a resenha.

    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Cara sempre tive vontade de ler esse livro, ainda não encontrei ! dizem que é realmeente muito emocionante !

    guitarrebel.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  10. Awn, ainda bem que você gostou. A narrativa do John Green é realmente muito engraçada e os finais dos livros são bem arrebatadores! <3

    Beijos,
    Caroline.
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Mariana!

    Adorei a sua resenha! Não estou esperando muito desse livro pelo simples fato de que eu quase sempre me desaponto quando muitas pessoas gostam muito de um livro e eu estou prestes a iniciar a leitura dele. É que eu vou contra a maré na maioria das vezes, sabe?

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Esse parece ser um livro incrível! Todos estão gostando desse filme, e eu tenho certeza que o filme, que será lançado logo em breve, será um sucesso!
    Parabéns, a resenha ficou simplesmente ótima!
    Gostei muito do seu blog, já estou seguindo!
    Ficaria muito feliz em te receber lá no meu qualquer hora dessas!

    Abraços!

    http://pecasdeoito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Esse livro é lindo! E apesar de ter chorado durante a maior parte da leitura, acho que a mensagem que ele traz é muito importante, e escrita de uma forma incrível. Faz a gente pensar muito sobre a brevidade da vida.

    Quero aproveitar para te agradecer pela visitinha lá no meu blog!

    Bjs,

    Edna
    Entre Papéis e Cartas

    ResponderExcluir
  14. Ai, gente. Choro só de lembrar.. srsrs!
    Sou apaixonada por ACEDE, e ele é um dos livros mais lindos que já li na vida. Hazel, Gus e Isaac tratam suas doenças de uma maneira tao divertida e incomum, que a gente até esquece o quão triste a história pode ser. Sou encantada por eles. Aliás, esse tal de John sabe bem como criar personagens encanadores. A cada livro que leio, fico ais apaixonada pela escrita desse homem.

    Beijos, flor! Adorei a resenha.

    http://ancoreblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Já li mil vezes esse livro e toda vez eu choro hahahaha não sou normal.

    Muito bom!!! Se alguém tiver interesse, temos alguns modelos de imãs, caixinhas e chaveiros com trechos do livro. Vejam http://www.minhavoquedeu.com.br/index.php?route=product/product&product_id=84

    ResponderExcluir
  16. Adorei a resenha...Quando acabei esse livro eu fiquei "O QUE EU VOU FAZER DA MINHA VIDA?" muuuuuuito bom é pouco. Augustus lindo <3

    ResponderExcluir
  17. Fiquei morrendo de vontade de ler o livro kkkk' com certeza vai pra minha pinha de livros que vou ler ;)

    ResponderExcluir
  18. Só eu morro de vontade de ler esse livro? kkkk já está a muito tempo na wishlist

    ResponderExcluir
  19. Nossa,ainda vou ler.Só estou esperando para comprá-lo :D
    Já estou chorando em antecipação kkkkk

    ResponderExcluir
  20. Eu já ouvi falar e felizmente ganhei esse livro.Ainda estou a espera para lê-lo.

    ResponderExcluir
  21. Eu já ouvi falar e felizmente ganhei esse livro.Ainda estou a espera para lê-lo.

    ResponderExcluir
  22. A culpa das estrelas perfeito, eu também amei!

    ResponderExcluir
  23. O livro é tocante e maravilhoso, é o meu preferido (:
    Cecília.
    http://encanto-do-livro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. amei sua resenha !! mas todos que leram me disseram que choraram muito. To ate com medo de ler do jeito que sou chorona :)

    ResponderExcluir
  25. Achei lindo esse livro li a muito tempo e li o teorema katerine também, adorei os dois!!!

    ResponderExcluir
  26. Melhor livro ever *________*
    Adorei, sem palavras!

    ResponderExcluir
  27. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir

Deixe seu link para eu retribuir a visita :)
PS: Comentários ofensivos ou de divulgação serão ignorados.