Sem querer me intrometer | Mariana Baptista

Resenha: Lonely Hearts Club | Elizabeth Eulberg




Nome: Lonely Hearts Club
Autora: Elizabeth Eulberg
Editora: Intrínseca
Páginas: 233
Avaliação: ★★★★





Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionam uma garota — John, Paul, George e Ringo. E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação: Penny é fundadora e única afiliada do Lonely Hearts Club — o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz. Lá, ela sempre estará em primeiro lugar, e eles não são nem um pouco bem-vindos. O clube, é claro, vira o centro das atenções na escola McKinley. Penny, ao que tudo indica, não é a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, e de constatar que eles, na verdade, não estão nem aí. Agora, todas querem fazer parte do Lonely Hearts Club, e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena? 

     Para começar, quero deixar bem claro que Lonely Hearts Club é um livro que muitas pessoas considerariam fútil. A estória é BEM estilo pré-adolescente e a trama não é o que envolve o leitor.

     O livro conta a estória de Penny Lane, estudante do terceiro ano do ensino médio, que sofre uma decepção amorosa gigante com o menino que gosta desde a infância, e a partir daí, resolve montar o Lonely Hearts Club (um clube para garotas que não queriam mais namorar durante o ensino médio).

Não pode me ignorar para sempre.
Apertei o botão APAGAR. Com certeza eu ia tentar. Capítulo 7, pág. 38

     No começo, Penny é a única integrante de seu clube, até que uma antiga amiga, Diane, resolve se juntar à ela. Depois disso, antes mesmo que Penny perceba, várias garotas começam a ser influenciadas pelos "ideiais" do Lonely Hearts Club, o que faz com que o clube aumente exageradamente no número de integrantes.

     Durante essa nova fase da vida de Penny ela é obrigada a lidar com três tipos de garotos: Nate, o amor de infância, idealizado, que Penny descobre não ser tão perfeito assim; Ryan, um velho amigo, típico garoto perfeito e incompreendido e Tod, o popular da escola que fica com uma garota diferente por semana e tem tendências fortes para um futuro alcoólatra.

— Uau, Ryan, que decepção! Você não iria querer ser você mesmo, não é? Capítulo 34, pág. 207

     O final é bastante clichê, mas como já disse, a trama não é a grande responsável por envolver o leitor. O ponto forte do livro é o humor de Penny, que com certeza rende ótimas risadas.

     É fácil ver em Penny a menina que somos/fomos na adolescência, e isso faz nos identificarmos com ela e suas amigas. A leitura é extremamente fácil e flui rapidamente. Então, recomento Lonely Hearts Club para quem quer um livro relaxante e prazeroso de ler.

21 comentários:

  1. gostei muito da sua resenha,o livro parece ser muito legal!!
    te seguindo!! ha tem sorteio no meu blog ,se gostar participa!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu amo esse livro, MESMO. <3 Adoro todas as referências aos Beatles (é uma das minhas bandas favoritas) e adoro o humor da Penny. Ela é ótima!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Adorei, eu vou querer ler ele. *-----*
    myfavoritekiss.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. oiiii.
    estava passeando na blogosfera e achei seu blog; adorei!
    o tema e as postagens são diferentássos!!!
    ah, vc pode votar em mim num concurso que estou participando? aqui:
    www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=21137813
    mt obg viu? sua ajuda é demais!!! X3

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha!
    Com certeza vou comprar esse livro!
    Eu já pensei em montar um club parecido na minha escola kkk mas nao deu mt certo kk

    SUPER BEIJOO
    SEMCONTROLE.NET.TC

    ResponderExcluir
  6. Leitura leve que faça a gente rir é sempre bom pra variar. Lembro quando li Opúsculo - paródia de Crepúsculo - e me acabei em quase todas as páginas.
    Visita-me?
    ;*

    ResponderExcluir
  7. Aaawn, tô doida pra ter esse livro em mãos, também soube que tem várias referências aos Beatles né?! Gosto de enredos leves e divertidos <3

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  8. Goostei muito da resenha, parece ser mt bom!
    Fiquei com vontade de ler agora , rs '

    beijos,
    http://www.paaradateen.com

    ResponderExcluir
  9. Eu achei muito legal você já ter colocado na resenha o que não esperar do livro, porque muitas vezes as pessoas julgam os livros através da visão que elas acham de como o livro tem de ser, por isso é bom deixar claro que é um livro pré-adolescente e temos que ler por esse ponto de vista.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  10. Annw *-* Quero muito ler esse livro, tipo a menina tem jeito de ser super parecida comigo D:

    Beijos,
    pepperlipstick.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Quando li a referência aos Beatles já fiquei curiosa. Eu adoro ler esses livros mais leves de vez em quando! Vou querer ler, com certeza.

    Beijos,
    Gaby
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. O livro é fofo, eu gostei da história, mas não é nada demais. Na verdade, ele me irritou em algumas partes com a protagonista dele, que como sempre, as protagonistas me tiram do sério. Fora meu eterno problema com protagonistas, eu gostei. Na epoca eu li Anna e o Beijo Francês em seguida, e com certeza gostei mais de Anna. Adorei a resenha *-*

    Beijos,
    Monique <3
    http://www.secretsofalittlegirl.com/

    ResponderExcluir
  13. a cada resenha que leio do livro, menos propensa a ler fico. odeio coisa clichê, embora a narrativa promete algumas alteraçõezinhas da narrativa clássica... mas...
    muito boa a sua resenha *-*
    beijos

    Amy - Visite o Macchiato

    ResponderExcluir
  14. Já pude ler tantos e tantos elogios deste livro. E até agora não pude lê-lo, pelo simples fato de ainda não ter arranjado dinheiro para compra-lo :/
    Mas, quem sabe mais para frente não é mesmo?
    ADorei a resenha ^^
    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  15. Amei a resenha,já tinha ouvido falar desse livro.
    vou ver se leio ele.
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Nossa essa capa me lembrou os Beatles KKKK.
    Clica no meu nome pra visitar o FG. Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Primeira vez que entro aqui e me apaixonei. o template, a ideia e o conteúdo. muito bom *-*
    parabéns!
    se puder, da uma passadinha no meu também?
    um beijo!
    www.reinventingstars.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Olá ^^ Era só para avisar que o meu blog mudou de link aqui está ele: http://nobodys--listen.blogspot.pt/ beijos :)

    ResponderExcluir
  19. AAA eu acho que sem namorar nao seria feliz naoo askoaksokaosd

    Me visita?
    Guilherme Kunz
    http://tematoa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. interessante
    http://floresdemarshmallow.tk/

    ResponderExcluir
  21. Adoorei, nossa agr eu quero ler :)
    www. smallog. blogspot. com

    ResponderExcluir

Deixe seu link para eu retribuir a visita :)
PS: Comentários ofensivos ou de divulgação serão ignorados.